Área Médica
Atendimento online via chat exclusivo para médicos
Fale Conosco
Rua Santa Clara, 240
Sorocaba/SP
TEL: (15) 3233-7925 / 3231-1614
contato@arteformulas.com.br

Notícias

Grapefruit ou Toranja muito cuidado com essa fruta!

Muito tem se falado da Toranja ou Grapefruit para emagrecer, o que quase ninguém sabe é que esta fruta, e seu suco, podem interagir com alguns medicamentos.

Este tipo de interação foi descoberta acidentalmente quando o suco foi utilizado para mascarar o gosto do álcool em um estudo de interação entre felodipino e etanol. Em razão disso, vários estudos in vitro e in vivo foram conduzidos para esclarecer esse fenômeno. Várias furanocumarinas presentes na fruta foram identificadas como inibidoras das enzimas do citocromo P450 CYP3A. Tais estudos evidenciaram que um simples copo de 200 ml do suco causa diminuição significativa no metabolismo dos substratos das enzimas CYP3A.

Os medicamentos administrados por via oral que são substratos para CYP3A e têm baixa biodisponibilidade, devido ao extenso metabolismo entérico de primeira passagem, são susceptíveis a interação com suco de Toranja.

Além da ação do suco de Toranja nas enzimas CYP3A, há cada vez mais evidências de que ele também interfere na atividade de transportadores de efluxo e influxo no intestino.

No Brasil, existem alguns produtos que contém suco de toranja, como as bebidas Schweppes Citrus® e Fanta Citrus®.

O quadro abaixo apresenta relação das principais interações entre o suco de Toranja e alguns medicamentos. Em caso de uso destes medicamentos, deve-se evitar o consumo do suco de Toranja.

Medicamentos

Interação/Efeito

Gravidade

 

Antimaláricos

Pode levar ao aumento dos efeitos farmacológico e adversos, como distúrbios gastrintestinais menores, tontura, neutropenia e zumbido no ouvido.

 

Grave

 

Cisaprida

Aumento da concentração plasmática da cisaprida, aumentando os riscos ocorrência de efeitos adversos, incluindo arritmias cardíacas graves.

 

Grave

 

Sirolimo

Pode levar ao aumento dos efeitos farmacológico e adversos, como distúrbios gastrintestinais, tremor, acne, disfunção renal, hiperlipidemia, edema periférico, cefaleia e hipertensão.

 

Grave

 

Vardenafila

Provoca aumento dos efeitos farmacológico e adversos, entre eles eventos cardiovasculares graves.

 

Grave

 

Bloqueadores dos canais de cálcio

Aumento de até três vezes na biodisponibilidade de Felodipino, anlodipino, nicardipino, nifedipino, nimodipino, nisoldipino e nitrendipino, podendo levar a efeitos adversos, como cefaleia, tontura e edema periférico.

 

Moderada

 

Buspirona

Pode haver o aumento nos níveis séricos da Buspirona, provocando aumento dos efeitos farmacológico e adversos, como tontura, cefaleia e sonolência.

 

Moderada

 

Carbamazepina

Pode haver o aumento nos níveis séricos da carbamazepina, provocando aumento dos efeitos farmacológico e adversos, como leucopenia, agranulocitose, eosnofilia e hiponatremia.

 

Moderada

 

Ciclosporina

Pode haver aumento nos níveis séricos da ciclosporina, provocando aumento dos efeitos farmacológico e adversos, como disfunção renal, hipertensão, cefaleia, hirsutismo e distúrbios gastrintestinais.

 

Moderada

 

Estatinas

Toranja pode aumentar os níveis séricos de atorvastatina, cerivastatina, lovastatina e sinvastatina, provocando aumento dos efeitos farmacológico e adversos, incluindo rabdomiólise.

 

 

Moderada

Itraconazol

Pode haver diminuição nos níveis séricos do Itraconazol, podendo levar a perda do efeito farmacológico.

Moderada

Saquinavir

Pode haver aumento nos níveis séricos do saquinavir, provocando aumento dos efeitos farmacológico e adversos, como diarreia, desconforto abdominal e náusea.

Moderada

Tacrolimo

Pode haver aumento nos níveis séricos do tacrolimo, provocando aumento dos efeitos farmacológico e adversos, como disfunção renal, tremor, diarreia, náusea, hipertensão, desequilíbrio na glicemia, hipercalemia e infecções.

Moderada

 

Fonte: Conselho Federal de Farmácia